Essa rejeição acontece quando existe alguma irregularidade cadastral da parte do emitente da NF-e. Essa informação é apresentada na DANFE da sua NF-e denegada.

As irregularidades que podem gerar esta rejeição são:

  • Inscrição Estadual Baixada;

  • Inscrição Estadual Suspensa;

  • Inscrição Estadual Cancelada;

  • Inscrição Estadual em processo de baixa.

Como resolver

Para resolver é preciso identificar se a sua inscrição estadual se encontra em alguma das situações listadas acima. Você pode fazer isso de duas formas, através do SINTEGRA ou do Cadastro Centralizado de Contribuinte (CCC).

Através do SINTEGRA:

1 - Acesse o site do SINTEGRA:

2 - No Mapa do Brasil exibido, clique sobre o Estado (UF) do seu cliente onde a IE está cadastrada, ou na lista de Estados à direita:

3 - Será exibido uma página para consulta usando a CCE (IE), CNPJ ou CPF.

  • Clique em Consultar.

4 - Em seguida, será exibida as informações do cadastro.

Através do Cadastro Centralizado de Contribuinte (CCC).

1 - Acesse o site : https://dfe-portal.svrs.rs.gov.br/NFE/CCC

2 - Selecione a UF onde encontra-se cadastrado o CNPJ do Contribuinte e preencha os campos de pesquisa com a informação correspondente, além disso, selecione o Ambiente de Processamento, Produção ou Homologação.

  • Clique em Pesquisar.

3 - Será exibido o resultado abaixo, onde é possível verificar se a empresa encontra-se habilitada para emissão e o vínculo entre CNPJ e IE.


Após identificar a situação da sua inscrição estadual, o representante legal da sua empresa deve entrar em contato com a SEFAZ para regularizar a situação cadastral da empresa. Aguarde até que todas as pendência sejam resolvidas para realizar novamente a sua NF-e.

Encontrou sua resposta?