Frequentemente nossos usuários nos perguntam porque existem saltos na numeração da NF-e. Por exemplo, uma sequência de NF-es 1, 2, 3, 5, onde o número 4 foi "saltado". Porque isso ocorre?

A explicação é simples. O sistema gera números de NF-e sempre sequencialmente. Ou seja, se o último número é o 1, o próximo será 2. Se o último é o 2, o próximo será o três. E assim sucessivamente. Entretanto, uma NF-e ainda não transmitida, gerada através de um pedido ou de uma declaração de importação, por exemplo, é excluída quando o usuário cancela a declaração de importação ou o pedido. Caso já existe um número maior de NF-e, o sistema irá seguir a sequencia do maior número.

Por exemplo, suponha que foi gerada uma NF-e 1 através de um pedido de venda, e a mesma não foi transmitida. Em seguida, o mesmo foi feito para as NF-es 2, 3, 4 e 5. Entretanto, observou-se que havia um erro na NF-e 4. Retornamos ao pedido e cancelamos o mesmo. Nesse momento, o sistema fica com as NF-es 1, 2, 3 e 5. Após corrigir o pedido e gerar novamente a NF-e, o sistema irá seguir a sequência, gerando a NF-e de número 6, e causando um "salto" na NF-e de número 4. Assim, sempre que gerar uma NF-e, verifique a numeração. Se preciso, reabra a NF-e e altere seu número.

Caso não seja mais possível alterar a numeração da NF-e, não tem problema. Basta realizar a inutilização. Para saber mais sobre Inutilização de NF-es clique aqui.

Encontrou sua resposta?